Ghawazi

Ghawazi

romance histórico sobre uma ghawazi moderna

capa ghawazi

 

Um romance histórico sobre uma ghawazi moderna. Assim é a história de Isobel que descobre os mistérios da dança e consequentemente a historia das ghawazi. As informações históricas misturadas a linha narrativa fazem com que a leitura seja indispensável para bailarinas de danças orientais. (Baseado nos artigos Sirat Al-Ghawaz de Edwina Nearing, que nos anos 70 os publicou na revista Habibi sob o titulo: o mistério das ghawazi. )

O livro será lançado em março de 2018, mais informações no site do autor:

http://www.fabiogimovski.org/

 

 

Leia um trecho

Na manhã em que concordou em acompanhar a irmã ao curso de yoga para gestantes Isobel teve a clara sensação de que faltava algo em sua vida. Outras vezes esse pensamento já havia lhe ocorrido, nenhuma vez tão nitidamente quanto esta

Convém dizer que Isobel não estava grávida, ao menos não que ela soubesse. Solteira, tinha o modesto desejo de encontrar alguém bonito, interessante, charmoso, sexy, sensível, fiel (mas com pinta de cafajeste), que soubesse cozinhar, gostasse de poesia e equilibrasse a pegada do sexo selvagem com o carinho de um abraço de conchinha. Como estava há tempos solteira parece que a combinação desejada resultava impossível.

Isabel, irmã de Isobel, instalou entre si e o mundo uma considerável distância desde que ficou sabendo da gravidez. O celular só usava em último caso, poderia causar câncer; saladas, somente se fossem lavadas cinco vezes e depois deixadas de molho em uma solução especial, e sair de casa somente com máscara e luvas cirúrgicas para não tocar em nada.

Depois de acordar Isobel permaneceu na cama por mais quarenta e dois minutos. Uma leve falta de vontade estava deitada ao lado e não a deixava levantar. O travesseiro parecia tão agradável e o edredon, com cheiro de aconchego, estava mais para a oitava maravilha do mundo do que para um simples travesseiro.