Lua 27.7.18

Encontro 27.7.18

Eurínome, Eclipse e Ciclos Lunares.
Conduzido por Gabi.

Abertura do círculo:

Dança em círculo com energização intuitiva.

Partilhas:

Cada integrante falou sobre sua deusa e como está se conectando com ela e refletindo seus comportamentos e sua vida.

Deusa trabalhada:

Ainda na energia de Eurínome, deusa do êxtase, do encontro passado, as integrantes intuíram uma energização celebrando todas as coisas boas que temos em nossas vidas e atraindo tudo que desejamos de abundância, amor e prosperidade para proporcionarmos a nós mesmos um êxtase profundamente verdadeiro, nos entregando a felicidade e ao prazer de viver. A gratidão é um caminho muito poderoso para experimentarmos o êxtase da vida.

Vivência:

Meditação sobre o forte eclipse que tivemos neste dia. Invocamos a energia poderosa da Lua e refletimos sobre os ciclos lunares e sua relação com os ciclos da mulher.

A Lua é o símbolo predileto da espiritualidade feminina, por ser cíclica em suas mudanças, assim como a mulher, e por influenciar todos os líquidos da terra contribuindo com o nascimento e morte das coisas. Assim, o ciclo lunar possui uma mitologia característica na nossa cultura, a repetição do ciclo universal de nascimento, crescimento e morte. É considerada a manifestação da Grande Mãe no Céu Noturno, ou A Avó Lua. Por isso, em muitas tradições nativas, a Lua é considerada a líder da vida feminina. A Avó Lua tem uma energia ritualística diferente da Mãe Terra. A Lua trabalha o aspecto mais intuitivo do ser. Forte suficiente para seduzir as forças ativas e conceber uma nova vida a partir de uma velha experiência. Desde o início da humanidade há um elo entre a Lua, a fertilidade, os nascimentos e os ciclos menstruais das mulheres. Devido a esta ligação as mulheres foram sacerdotisas, curandeiras, profetisas, parteiras e consultoras sobre quais datas eram propícias para o plantio, a colheita e as tomadas de decisões. A Lua também é a rainha do tempo, a maneira mais fácil de marcar a passagem do tempo foi observando suas mudanças. Por isso os homens viviam em sintonia com a natureza e seus ciclos. Trabalhar a energia da lua para autoconhecimento é muito bom quando você quiser observar aspectos menos conhecidos do seu próprio ser. Coisas que podem estar escondidas até mesmo de você. Traz profunda sabedoria a compreensão de nós mesmos e fortalece intuitivamente. 

Read More