Cada mulher que se conhece se cura. Cada mulher que cura seu sagrado, cura seu em torno.

A Deusa Mãe
A deusa representa a energia feminina em tudo que existe, ou seja, o sagrado feminino em todas as coisas. Quando nos conhecemos e nos tornamos conscientes de nossas fases psicológicas, emocionais e físicas, aceitando e amando nossas constantes mudanças, voltamos a valorizar este feminino sagrado, nos fazendo lembrar nossos dons, nossa natureza selvagem (instintiva) e nosso poder pessoal. É isso que chamo de despertar nossa deusa interior!

As deusas mitológicas são símbolos culturais, personagens históricos, deidades protetoras e fontes de inspiração ao redor do mundo. Muitas delas representam as infinitas energias da psicologia e espiritualidade feminina. Quanto mais conhecemos as forças destes arquétipos femininos, mais conhecemos e acolhemos nossas diferentes formas de ser. É trabalhar o poder de olhar, aceitar, libertar e transformar. Quanto mais deusas conhecermos mais conheceremos a diversidade do espírito feminino.

Nosso corpo é emocional e um grande guia de conhecimento. Aplicar os pensamentos e emoções em movimentos nos ajuda a fluir as sensações, estimulando nossa saúde integral (corpo e mente). É dar forma a energia trabalhada. 

 

Abertura do circulo 
Dança circular 
Vou Banindo 

 

Deusa e atributos 
Meditação guiada Lisa Gerrard, Serenit 
A Deusa Mãe, também chamada Mãe Terra, Pacha Mama, Mama, Maria, A Deusa… Ela é a energia feminina primordial e suprema do planeta. Aqui contemplamos a sua totalidade através de poderosos atributos do feminino.

A deusa é guiada por suas necessidades mais profundas. Pelo que vêm de dentro do coração. Sem contaminar-se por circunstâncias ou críticas externas. Assim, estar na deusa é ouvir o coração, a intuição, e permitir-se ser você mesma. A Deusa representa a adversidade feminina, suas inúmeras faces, suas mudanças, seus ciclos, sua força, seu poder criativo, e suas habilidades ancestrais. Estar na deusa é honrar e celebrar o poder da mulher de gerar, nutrir, cuidar e amar. É também honrar e reconhecer nossas ancestrais, resgatando conhecimentos sobre a terra, as medicinas naturais e nos conectando com nossa intuição.

A Deusa Mãe é amor, nutrição, força, criação, regeneração, vida, morte, renascimento, fertilidade, plantio, nutrição, colheita, intuição, instinto, terra, raízes, espontaneidade, segurança, imponência, compaixão, perdão, acolhimento.

 

Reflexão

Reflita sobre esses atributos em sua vida. Onde você vê a presença deles em seus comportamentos, de mais ou de menos? De que forma você gostaria de aplicar estas energias? Escreva espontaneamente.

Flor de Lótus Escola de Dança danças terapêuticas

Flor de Lótus Escola de Dança sagrado feminino danças terapêuticas

Dança criativa
Deixe seu corpo produzir livremente o que tem vontade quando você houve os atributos. Produza um movimento que representa este aspecto para você ou que simplesmente promove este desejo no corpo enquanto pensa no aspecto.

Dança Guiada
Pisadas pés no chão, tremidos, deslocamentos ou giros livres. A integração das energias de baixo, do meio e de cima ajuda a trabalhar dentro de nós todas as energias. Durante as pisadas e batidas do pé no chão faça sua conexão com a terra, sentindo-se parte da natureza, pensando em firmeza, segurança, amor e nutrição. Chacra básico. Durante a vibração das pernas e do quadril faça sua conexão com sua sexualidade, seu útero sagrado sua fonte de vida e morada das emoções, sua energia criativa que move todas as coisas. Chacra sexual.

Desloque-se na ponta do pé, saltitando ou girando livremente e se conecte com o mundo de cima, trazendo os atributos de liberdade, espontaneidade e constante renovação. Pense nos novos caminhos que quer traçar, novos projetos. Para onde deseja que seu movimento e seu vento interior a leve? Entrega e liberdade. Chacra do coração.

Meditação guiada

Partilha e fechamento

Suzi Ribeiro.